Quem somos    |    Nossa solução    |    Blog

A formação de cidadãos globais e com inglês fluente não requer uma escola bilíngue, mas, sim, metodologias e parceiros que apoiem essa jornada mantendo o protagonismo das instituições

Por Carol Stancati*


Hoje, a educação tem o objetivo de formar cidadãos críticos, capazes de dialogar com os avanços do mundo globalizado. A fluência no inglês é um caminho que facilita essa atuação, por expandir o repertório e as formas de aprendizado do estudante, além de conectá-lo com diversas outras nações. A nossa missão com a Skies Learning by Red Balloon, um programa pensado para a educação básica, é, justamente, promover essa formação nas escolas. E o melhor: o estudante pode ser bilíngue sem que a escola tenha um currículo, por si só, bilíngue.


Fazemos a nossa sequência didática de acordo com a rotina de cada instituição e turma, sempre contextualizando o aprendizado para as crianças e para os profissionais.


O ensino de idiomas x O ensino bilíngue

 

A diferença entre as duas metodologias depende muito da abordagem adotada, tanto pela instituição de idiomas quanto pelo ensino bilíngue. Geralmente, o ensino de idiomas é voltado para a aprendizagem de uma língua em específico, com aulas estruturadas para as quatro habilidades (Speaking, Listening, Writing e Reading). Logo, o foco é trabalhar gramática, vocabulário, pronúncia, compreensão oral e escrita, além da conversação.

Já o ensino bilíngue visa ampliar repertórios acadêmicos em duas línguas diferentes, para desenvolver a proficiência na língua adicional e na materna ao mesmo tempo. Então, o aluno teria aulas básicas de matemática em português e inglês, por exemplo.

 

Formando estudantes bilíngues

 

A escola pode ser protagonista no ensino de idiomas e formar estudantes bilíngues, escolhendo uma solução que agregue e seja flexível. Na prática, a instituição nunca deve mudar a sua identidade para iniciar projeto algum – uma parceria sempre deve vir a seu serviço, respeitando o seu ritmo.
É isso que fazemos com a Skies Learning. Junto à escola, elencamos quais serão os pontos estruturantes do nosso programa e os indicadores de sucesso. Assim, a implementação das aulas acontece de forma efetiva, e todos entendem o “como” e o “porquê” dessa novidade.

 

Como a Skies Learning contribui para a satisfação das famílias?


Além de favorecer a formação dos seus estudantes, a escola tende a aumentar a satisfação dos pais com a implementação da Skies Learning.
O programa oferece à gestão escolar indicadores que permitem o crescimento do engajamento e da fidelidade, indicando as adaptações necessárias e o progresso das crianças. Pensando que o NPS (Net Promoter Score) é uma métrica que mede a satisfação e lealdade das famílias, a instituição pode esperar índices cada vez mais altos com a nossa solução!


*Carol Stancati é diretora da Skies Learning by Red Balloon, mestre em educação pela PUC-PR e pela Griffith University, na Austrália, tem mais de 15 anos de experiência como professora e assessora de gestão pedagógica em Língua Inglesa.