Quem somos    |    Nossa solução    |    Blog

Entenda como identificar as qualidades e as particularidades das redes de educação na hora de escolher um programa de formação bilíngue

É verdade que a língua inglesa, hoje, abre portas para o mundo e é possível se comunicar e interagir com pessoas de todas as partes do planeta. Mas aprender inglês vai muito além de saber um novo idioma. Trata-se de ampliar o repertório linguístico e cultural em diferentes contextos. Com essa bagagem, é possível se colocar, de forma crítica, como protagonista diante dos avanços e dos desafios do mundo globalizado.

Dentro desse cenário, o inglês se torna um diferencial também para o crescimento de instituições de ensino que querem se destacar no mercado educacional. Porém, com tantas opções no mercado, escolher um sistema de qualidade e confiável não é uma tarefa fácil, e demanda muito cuidado e tempo de estudo.

O que levar em consideração?

Antes de tudo, é preciso entender as características particulares de cada escola. Escolher um sistema que seja compatível com os valores e objetivos da instituição é fundamental para garantir a total atenção ao aprendizado e aos alunos. Porém, existem alguns atributos universais e inegociáveis para um bom ensinamento da língua estrangeira:

  1. Professores em constante formação: o docente é uma das figuras centrais em uma sala de aula. É ele quem vai orientar os alunos durante o estudo, tirando suas dúvidas e criando diferentes jeitos de ensinar. Por isso a importância de uma qualificação cuidadosa desses profissionais, com acompanhamento periódico.
  2. Respeito e aprimoramento da cultura e organização da escola: o sistema de ensino não pode ultrapassar as barreiras da individualidade da instituição. As gestões devem conversar e entrar em acordos sobre quais atividades fazem sentido ou não para ambas as partes. Só assim é possível conciliar os interesses do ensino da língua inglesa com a formação geral dos estudantes.
  3. Materiais atualizados: o mundo está em constante mudança, fato que demanda uma grande quantidade de atenção por parte dos educadores para não transmitir conteúdos ultrapassados aos alunos. Por isso, um material didático atualizado, que explique as novas tecnologias e questões sociais, é essencial para um ensino de qualidade.

Fique atento aos diferenciais

Também é importante valorizar as singularidades de cada programa. Os métodos simples e mais utilizados nem sempre funcionam, porque podem se tornar obsoletos e banais. Veja exemplos de atribuições que aprimoram o aprendizado dos alunos: